quarta-feira, 1 de novembro de 2006
Concurso de fotografia e escrita - 054C
Assim é a minha terra

A terra onde eu vivo
É pequena, mas muito bela
Tem a igreja numa ponta
E no meio a capela
Tem outra particular
Mas prefiro não falar dela.
Seus habitantes têm a fama
de serem manhosos
mas tamanho disparate
só vindo da boca
de vizinhos invejosos.
Na minha aldeia ainda há gente
que amanha a terra com animais
que faz vénia às alminhas
que usa lenços e aventais
que ousa não ter telemóvel
mas prevê o tempo pelos sinais.
Na minha terra não há farmácia
nem talho, nem padaria
apenas uma mercearia
e nem é preciso pagar
para ouvir o borbulhar do ribeiro
o vento nos pinhais
o rouxinol ou a cotovia
E pronto, assim é a minha freguesia
assim é Creixomil
descrita em forma de verso
descrita em forma de poesia


Ref:054C

Votações a partir de 2 de Novembro
Consulte o regulamento aqui
0 Comentário(s)
Links para este post:
Criar uma hiperligação